​Facebook

​​

 

© 2013 - Todos os direitos reservados ao Criadouro Horizonte

  • facebook-square

Siga - nos na rede social

Criadouro Horizonte

contato@criadourohorizonte.com.br

 

       (19) 9 9839.9577

       (19) 9 9767.1819

       (19) 3577.1121

       (19) 3577.1474

 

Corumbataí/ São Paulo

Veja abaixo todas as espécies de lóris criadas no Horizonte

Nome popular: Lóris-amor-amor
Nome científico: Lorius garrulus
Descrição: São predominantemente vermelhos com as asas verdes bordeadas de amarelo. Não há diferenças entre machos e fêmeas. Tamanho: 30 cm.
Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Ocorrem somente no norte das Ilhas Moluccas - Indonésia.
Hábitos: Encontram-se em florestas primárias e secundárias maduras. São bastante nômades, ou seja, mudam de lugar, talvez pela perseguição do homem. Geralmente são vistos aos pares.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação pode variar de 23 a 28 dias. Os filhotes voam após 76 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. São extremamente ativas e adoram se pendurar e fazer acrobacias. Os lóris, comumente, são animais agitados e ótimos assobiadores e imitadores.

LÓRIS AMOR AMOR

LÓRIS BAILARINO

Nome popular: Lóris-bailarino
Nome científico: Lorius lory
Descrição: Predominantemente vermelhos e, na cabeça, apresentam uma faixa e um “colar” azuis-escuros. O peito e o abdômen também são azuis, enquanto as asas são verdes. Não há diferenças entre machos e fêmeas.
Tamanho: 31 cm. | Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Esta espécie é originária da Nova Guiné.
Hábitos: Preferem florestas primárias, mas também podem ocorrer em matas secundárias. Encontram-se em pares ou em pequenos grupos. São vistos em bandos maiores quando estão se alimentando.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação é aproximadamente de 26 dias. O filhote dá seu primeiro vôo entre 57 e 70 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar.

LÓRIS CAPISTRATUS

Nome popular: Lóris-Capistratus
Nome científico: Trichoglossus haematodus capistratus
Descrição: As penas da cabeça são azuis escuras, apenas com um “colar” amarelo-esverdeado. Peito amarelo e abdômen verde escuro. O dorso é predominantemente verde. Não há diferenças entre machos e fêmeas.
Tamanho: 26 cm. Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: A espécie é originária das Ilhas da Indonésia, da Austrália e da Nova Guiné.
Hábitos: Ocorrem em uma grande variedade de habitats, que varia de florestas a áreas cultivadas. São encontrados em pequenos grupos junto aos lóris de outras espécies.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação é de aproximadamente 25 dias. Os filhotes dão seu primeiro vôo após 7 a 8 semanas de vida.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. 

LÓRIS DE PAPO AMARELO/ CHLOROCERCUS

Nome popular: Lóris-de-papo-amarelo
Nome científico: Lorius chlorocercus
Descrição: São vermelhos com uma faixa preta sobre a cabeça e uma outra faixa, fina e amarela, na região superior do peito. As asas são verdes na parte superior e vermelhas na inferior. Não há diferenças entre machos e fêmeas.
Tamanho: 28 cm. Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Ocorrem somente no leste das Ilhas Salomão, numa área bem pequena.
Hábitos: Habitam florestas secundárias e áreas de cultivo. Geralmente solitários, em casais ou em pequenos grupos de até dez indivíduos.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são de 2 a 3. O tempo de incubação também difere de espécie para espécie, podendo variar de 23 a 28 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. 

LÓRIS ORNATUS

Nome popular: Lóris-Ornatus
Nome científico: Trichoglossus ornatus
Descrição: A cabeça é colorida com vermelho, roxo e amarelo. No peito, a cor pode variar de vermelho a laranja e, no abdômen, de verde a amarelo. O dorso é predominantemente verde. Não há diferenças entre machos e fêmeas.
Tamanho: 25 cm. | Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Sua ocorrência se resume a apenas uma ilha na Indonésia.
Hábitos: São encontrados em áreas de florestas secundárias, campos abertos e locais de cultivo de agricultura. Raramente são vistos em florestas primárias.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação pode variar de 25a 27dias. O filhote dá seu primeiro vôo após 80 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. São extremamente ativas e adoram se pendurar e fazer acrobacias

LÓRIS EUTELES

Nome Popular: Lóris Euteles / Perfect Lorikeet
Nome Científico: Trichoglossus euteles
Descrição: Estes pequenos Lóris da subfamília Loriinae, fazem parte da família dos Psitacídeos. Podem atingir 25 cm de comprimento e possuem uma plumagem verde na maior parte do corpo. Sua cabeça é amarela com um colarinho verde claro na nuca. O peito e o abdômen são amarelos esverdeados. A região superior do rabo é verde e a inferior amarela. Apresentam no lado interno das asas uma faixa amarela. O círculo ao redor dos olhos é estreito e branco acinzentado, com uma íris de cor abóbora. Já os pés são cinza e o bico laranja. Os machos possuem o amarelo da cabeça mais vivo que as fêmeas, mas para saber o sexo com segurança, é necessário fazer a sexagem através do DNA, pois esta regra tem exceções.
Distribuição: Estas aves estão distribuídas do Timor e Ilhas de Lesser Sunda até o leste de Lomblen até Nila e Babar.
Habitat: Podem ser observados em algumas florestas densas de montanha a 2.500 m de altitude.
Alimentação: Em sua dieta alimentar estão presentes o pólen, o néctar, frutas, flores, larvas e insetos.
Reprodução: O período reprodutivo é de Setembro a Março. Atingem o amadurecimento sexual com 02 ou 03 anos. 
Curiosidades: Estas aves são vistas em bandos de até 100 pássaros fora da época de procriação, principalmente ao voar por cima das copas das árvores. Seu vôo é acompanhado de gritos estridentes. 

LÓRIS MASSENA

 

Nome Popular: Lóris Massena

Nome científico: Trichoglossus h. massena 

Distribuição: Karkar, Archipelago de Bismarck e Ilhas Salomão.

Descrição: Semelhante ao haematodus, mas a plumagem é geralmente mais clara, atrás da cabeça e na nuca é fortemente tingido de marrom, tem uma cor laranja avermelhado no peito com bordo azul escuro ao final das penas, o abdômen é verde escuro, tem uma faixa verde amarelada bem clara que vai até a nuca e é bem menor em tamanho.

Comprimento: 23 cm e de asa 131 a 145 mm.

LÓRIS RETICULATA/ ESTRIADO DE AZUL

Nome Popular: Loris Estriado de Azul

Nome científico: Eos reticulada

Distribuição: Ilhas de Tanimbar, Indonésia, introduzidos nas ilhas Kai e Damar, mas provavelmente já não se acha mais nas ilhas Kai.

Descrição: Sua plumagem em geral é vermelho vivo, possui uma faixa azul intensa que vai dos olhos passa pelas penas que cobrem os ouvidos indo até o pescoço, da nuca até o meio das costas e nas laterais do pescoço tem listras azuis bem vivas, tem a ponta das asas pretas, além de várias manchas pretas, o lado interno do rabo é vermelho vivo e na parte externa, a metade longitudinal da pena é preta e a outra metade é vermelha, o círculo ao redor dos olhos é estreito e enegrecido, a íris é laranja avermelhada, os pés são cinzas e o bico laranja avermelhado.

Comprimento: 31 cm.

Hábitat: Florestas, plantações de palmeiras, áreas abertas com árvores, vegetação secundária, especialmente na costa.

Alimentação: Ramos frescos são simultaneamente comida, brinquedo e tônico, devem ser considerados fundamentais e não apenas uma “guloseima” esporádica. Devem ainda comer verduras várias vezes por semana, bem como leguminosas demolhadas ou cozidas e pão integral. Vegetais crus, como cenoura e a abóbora são muito apreciados, principalmente pelos jovens que gostam de “lutar” com uma cenoura inteira antes de comê-la. São pássaros sugadores e por isso, a alimentação no cativeiro basicamente deve ser uma papa de frutas bem líquida e adoçada com açúcar refinado ou frutose (que é mais cara, mas é bem melhor), incluindo também nessa papa um complexo vitamínico e mineral completo. Geralmente as espécies pequenas são mais dependentes de néctar (quanto menor o loris, mais líquida devem ser a papa), enquanto que as maiores aceitam bem os frutos.

 



Nome Popular: Lóris Negro

Nome Científico: Chalcopsitta atra

Peso: 260g
Tamanho: 32 cm
Expectativa de Vida: 30 anos
Alimentação: São, basicamente, nectívoros, ou seja, a base de sua dieta é o néctar. Porém, também comem frutas e algumas espécies se alimentam de flores, sementes e até de insetos e das larvas destes. Em cativeiro, recomenda-se oferecer uma papa específica para lóris e frutas.
Reprodução: Geralmente botam 2 ovos em cativeiro. O tempo de incubação é de, aproximadamente, 25 dias. Os filhotes saem do ninho com 10 a 11 semanas.
Distribuição: Ocorrem no oeste da Nova Guiné e ilhas próximas.
Descrição: Predominantemente pretos com reflexos arroxeados. Dorso azul arroxeado. Cauda bordeada de vermelho. Bico preto. Íris vermelho-alaranjada. Patas cinzas. Não há diferenças entre machos e fêmeas.

Show More

LÓRIS NEGRO

LÓRIS DUSKY - LARANJA

Nome Popular: Lóris-dusky
Nome Científico: Pseudeos fuscata
Peso: 135 a 192g
Tamanho: 25 cm
Expectativa de Vida: 30 anos
Alimentação: São, basicamente, nectívoros, ou seja, a base de sua dieta é o néctar, porém também comem frutas e algumas espécies chegam a se alimentar de flores, sementes e até de insetos e das larvas destes. Em cativeiro, recomenda-se oferecer uma papa específica para lóris e frutas.
Reprodução: Em cativeiro botam geralmente 2 ovos por postura. Somente a fêmea incuba os ovos sendo que o período de incubação é de 24 dias. O macho ocasionalmente entra no ninho para fazer companhia a fêmea. Os filhotes deixam o ninho após 10 semanas aproximadamente.
Distribuição: Ocorrem na Nova Guiné e algumas ilhotas próximas.
Descrição: Existe muita variação de cor. Predominantemente marrom-oliva. Coroa amarela. Penas da nuca e parte superior do peito amarelas. Faixa amarela à laranja-avermelhada no pescoço sendo que em alguns animais apresentam uma outra faixa no peito. Abdômen amarelo à laranja avermelhado. Pernas laranja. Dorso branco cremoso. Bico laranja-escuro. Íris vermelha e patas cinza-escuro. Não há diferenças entre machos e fêmeas.

 

Nome Popular: Lóris Estriado Verde

Nome Científico: Chalcopsitta s. sintillata

Tamanho: 31 cm.
Distribuição: Sul da Nova Guiné desde a parte mais baixa do Rio Fly, oeste de Papua Nova Guiné até Triton, baías de Geelvink e oeste de Irian.

Descrição: Plumagem em geral é verde escura. Na testa, na região das narinas, coxas e debaixo das asas é vermelho, à parte de cima da cabeça, as penas que cobrem os ouvidos e as bochechas, são marrons, quase pretos. Na cabeça, na nuca e no peito têm riscos verdes que se tornam amarelos no abdômen e nas partes mais baixas das costas. Têm ainda uma faixa amarela no lado interno das asas. A parte interna do rabo é vermelha, círculo ao redor do olho é cinza, a íris é alaranjada, os pés são cinzas e o bico preto.

 



 

Nome Popular: Lóris-dusky
Nome Científico: Pseudeos fuscata
Peso: 135 a 192g
Tamanho: 25 cm
Expectativa de Vida: 30 anos
Alimentação: São, basicamente, nectívoros, ou seja, a base de sua dieta é o néctar, porém também comem frutas e algumas espécies chegam a se alimentar de flores, sementes e até de insetos e das larvas destes. Em cativeiro, recomenda-se oferecer uma papa específica para lóris e frutas.
Reprodução: Em cativeiro botam geralmente 2 ovos por postura. Somente a fêmea incuba os ovos sendo que o período de incubação é de 24 dias. O macho ocasionalmente entra no ninho para fazer companhia a fêmea. Os filhotes deixam o ninho após 10 semanas aproximadamente.
Distribuição: Ocorrem na Nova Guiné e algumas ilhotas próximas.
Descrição: Existe muita variação de cor. Predominantemente marrom-oliva. Coroa amarela. Penas da nuca e parte superior do peito amarelas. Faixa amarela à laranja-avermelhada no pescoço sendo que em alguns animais apresentam uma outra faixa no peito. Abdômen amarelo à laranja avermelhado. Pernas laranja. Dorso branco cremoso. Bico laranja-escuro. Íris vermelha e patas cinza-escuro. Não há diferenças entre machos e fêmeas.

LÓRIS DUSKY - AMARELO

LÓRIS ARCO ÍRIS

Nome popular: Lóris-Arco-Íris
Nome científico: Trichoglossus h. haematodus
Descrição: A cabeça é colorida com vermelho, roxo e amarelo. No peito, a cor pode variar de vermelho a laranja e, no abdômen, de verde a amarelo. O dorso é predominantemente verde. Não há diferenças entre machos e fêmeas. Tamanho: 25 cm.
Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Sua ocorrência se resume a apenas uma ilha na Indonésia.
Hábitos: São encontrados em áreas de florestas secundárias, campos abertos e locais de cultivo de agricultura. Raramente são vistos em florestas primárias.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação pode variar de 25a 27dias. O filhote dá seu primeiro vôo após 80 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. 

LÓRIS BORNEO

Show More

Nome popular: Lóris-borneo
Nome científico: Eos bornea
Descrição: São predominantemente vermelhos, de uma coloração muito brilhante. Há um pouco de azul nas asas. Não há diferenças entre machos e fêmeas. Tamanho: 31 cm. Peso: 100 a 250 g.
Distribuição: Ocorrem somente no sul das Ilhas Moluccas (Indonésia) e em outras ilhas do Pacífico ao redor.
Hábitos: Formam grandes bandos que vivem próximos a plantações, em florestas de crescimento secundário e matas úmidas primárias. Têm preferência por vegetações que sofreram interferência e onde existem áreas abertas. Pode haver atividade noturna nesta espécie.
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação pode variar de 23 a 28 dias.
Longevidade: Aproximadamente 30 anos.
Conservação: No mundo há uma população de mais de 1.000.000 de indivíduos.
Curiosidades: Essas aves têm um comportamento amistoso e de empatia com os seres humanos. Em pouco tempo tornam-se dóceis e são fáceis de domesticar. 

Nome Popular: Lóris-marrom/ Lóris Castanho
Nome Científico: Chalcopsitta duivenbodei
Peso: 250g - Tamanho: 31 cm
Expectativa de Vida: 30 anos
Alimentação: São, basicamente, nectívoros, ou seja, a base de sua dieta é o néctar. Porém também comem frutas e, algumas espécies chegam a se alimentar de flores, sementes e até de insetos e das larvas destes. Em cativeiro, recomenda-se oferecer uma papa específica para lóris e frutas.
Reprodução: Geralmente botam 2 ovos em cativeiro. O tempo de incubação é aproximadamente 24 dias. Os filhotes saem do ninho com aproximadamente 11 semanas após o nascimento.
Distribuição: Ocorrem no Norte da Nova Guiné.
Descrição: Plumagem geral marrom-oliva escuro. Testa, garganta e bochechas amarelas. Penas do peito margeadas com amarelo. Nuca e pescoço estriados com amarelo mais discreto. Ponta das asas amarelo-dourado. Parte do dorso azul-violeta. Penas das pernas marcadas de amarelo, normalmente ausente nas fêmeas. Bico preto. Íris avermelhada e patas cinza escuro

LÓRIS CASTANHO

LÓRIS MOLUCANOS

 

Nome Popular: Lóris-arco-íris-Molucanos
Nome Científico: Trichoglossus haematodus moluccanus
Peso: 100 a 250g

Tamanho: 26 cm
Expectativa Vida: Aproximadamente 30 anos
Alimentação: São, basicamente, nectívoros, ou seja, a base de sua dieta é o néctar. Porém também comem frutas e, algumas espécies chegam e se alimentar de flores, sementes e até de insetos e das larvas destes. 
Reprodução: Os lóris colocam um número de ovos variável, porém, de uma forma geral, são 2 a 3. O tempo de incubação é de aproximadamente 25 dias. Os filhotes dão seu primeiro vôo após 7 a 8 semanas de vida.
Distribuição Geográfica: A espécie é originária das Ilhas da Indonésia, da Austrália e da Nova Guiné.
Descrição: As penas da cabeça são de cor azul-violeta, peito com pouco laranja-amarelado, abdômen de cor azul intenso e colar de cor verde alaranjado. Não há diferenças entre machos e fêmeas. Por serem muito sociáveis, são animais muito valorizados para o comércio de pets.