FORPUS

Nome popular: Forpus
Nome científico: Forpus coelestis
Tamanho: Entre 12 – 13 cm.  | Peso: Cerca de 30 g.
Expectativa de Vida: Em torno de 15 anos.
Alimentação: Na natureza alimentam-se de sementes de grama e plantas herbáceas, bagas, frutos, brotos e, provavelmente, flores. Em cativeiro fornece-se mistura de sementes, frutas, verduras, legumes e ração comercial específica.
Distribuição: São originários do Peru, ao longo do oceano Pacífico e do Equador.
Descrição: Esta espécie é uma das mutações conseguidas em cativeiro do tuim-verde original. São completamente azuis, porém os machos apresentam uma coloração mais viva nas asas, nas rabadilhas e na máscara da cabeça. Já as fêmeas têm uma coloração menos vistosa nestes locais do corpo.
Reprodução: A postura varia de 4 a 6 ovos. A incubação dura cerca de 20 a 21 dias, e os filhotes devem ser separados dos pais 4 semanas após saírem do ninho. Tornam-se sexualmente maduros por volta dos 10 meses, mas é comum reproduzirem só no segundo ano de vida. Na época de reprodução, ficam muito agressivos com outros da mesma espécie e até com aves de maior tamanho, sendo muito territorialistas. Por isso, deve ser mantido somente um casal por gaiola.
Curiosidades: Os tuins são tranqüilos e bastante silenciosos, em comparação com outros psitacídeos mais ruidosos e escandalosos. São muito inteligentes, curiosos e teimosos também. Quando alimentados na mão desde filhotes tornam-se excelentes pets. E depois de acostumados e ambientados no novo lar ficam bastante dóceis. Além do temperamento, apresentam outro atrativo para os criadores: existe uma grande variedade de mutações de cores nesta espécie (azul, lutino, branco, etc).

Veja abaixo a espécie criada no Horizonte

FORPUS  - MUTAÇÕES:  Lutino – Albino – Cinza – Pastel Verde – Pastel Azul – Branco americano – Amarelo Americano –

Falow verde – Falow Azul – Arlequim